A Sabedoria Ancestral da Medicina Tradicional Chinesa

Segundo uma das máximas do Tao-Te-Ching, aquele que conhece os outros é sábio, aquele que conhece a si mesmo é iluminado. Continuar lendo “A Sabedoria Ancestral da Medicina Tradicional Chinesa”

Anúncios

Amoterapia – O Amor, da Simplicidade à Transcendência (1991)

“O AMOR é uma lei universal e está presente em tudo. Ele depende de nós para sua manifestação e nós precisamos dele para a nossa evolução.”

Olá jardineiros! Hoje trago pra vocês um texto maravilhoso de um livro extraordinário que tenho lido ao longo dos anos que é o “Amoterapia: O Amor, da Simplicidade à Transcendência” de 1991 escrito por Dirceu Moreira, psicólogo, pedagogo e professor formado em Análise Transacional que desenvolve estudos em Parapsicologia, Ufologia e Esoterismo. Continuar lendo “Amoterapia – O Amor, da Simplicidade à Transcendência (1991)”

Qual a diferença entre simpatia e empatia?

Nós somos empáticos, não simpáticos. Empatia é ter sensibilidade perante a situações e sentimentos de outros. A ouvir uma encantadora história sendo contada ao lado do contador… É o espaço de conforto para alguém que sabe que você pode compreender suas emoções. Todos nós experienciamos nossas próprias versões de compartilhamento de emoções, como a tristeza, a felicidade, etc.  Continuar lendo “Qual a diferença entre simpatia e empatia?”

O poder espiritual dos cabelos longos – Cultura Ameríndia

Nas culturas Nativo Índio Americanas, homens e mulheres são reconhecidos pelo comprimento e glória de seus cabelos. O corte dos cabelos por opressores há muito tempo representa a submissão e derrota do Povo através da humilhação. Para os ameríndios, a forma como se penteia o cabelo significa o Alinhamento do pensamento, o trançado representa a Unidade de pensamento, o laço é a Garantia de pensar e cor, a Convicção do pensamento.  Continuar lendo “O poder espiritual dos cabelos longos – Cultura Ameríndia”

Mestre ou Desastre: A Arte de Viver entre a Mente e Não-Mente

 

“Um caminho espiritual genuíno não evita dificuldades ou erros, mas nos leva a arte de fazer erros despertos, trazendo-os para o poder transformador do nosso coração.” -Jack Kornfield

Seu ego é um instrumento, uma ferramenta, o mecanismo de alavancagem primitivo do self. Alguns até dizem que é o self. Ele está lá para equilibrar (mestre) ou dissociar (desastre) a nossa energia única, com a energia primordial do cosmos. É para sempre o meio de conexão e desconexão, de apego e desapego, dividida entre finitude e infinito. Quando o ego está sendo usado para dissociar, sua energia é co-dependente e é dividida entre o lamacento passado e o estar ansioso sobre o futuro.

Continuar lendo “Mestre ou Desastre: A Arte de Viver entre a Mente e Não-Mente”