A consciência do nada

 

Desde 1543 quando Nicolau Copérnico mostrou que não éramos o centro do sistema Solar, nossa posição no Universo vem se revelando cada vez menos importante. Um pouco mais tarde, Isaac Newton foi um dos primeiros a afirmar que as estrelas são Sóis como o nosso.
Atualmente, sabe-se que o Sol não passa de uma estrela de quinta grandeza perdido no rabo da Via Láctea, que também não passa de uma modesta galáxia em meio a bilhões de outras.
Algumas teorias mais recentes e ainda precárias chegam a supor que nosso Universo é apenas um dentre muitos outros possíveis. De qualquer modo, na escala astronômica, somos menos que micróbios amontoados num minúsculo grão de poeira cósmica. Continuar lendo “A consciência do nada”

Anúncios

Regras Áureas

Texto encontrado em uma pedra nas ruínas de Persépolis, cidade construída por Dário e incendiada por Alexandre (331 A.C.)

“NÃO DIGAIS
Tudo quanto sabeis
Por que aquele que diz
Tudo quanto sabe
Muitas vezes dirá
O que não sabe!

NÃO FAÇAIS
Tudo quanto podeis
Porque aquele que faz
Tudo quanto pode
Muitas vezes fará
O que não deve!

Continuar lendo “Regras Áureas”