Eudaimonia: Estados e Dimensões do Self

 

“O ultimato do fim dos atos humanos é Eudaimonia, felicidade em viver bem, da qual todos os homens desejam; todos os atos são apenas diferentes meios escolhidos para chegar à ele” ~ Hannah Arendt

Eudaimonia do grego antigo ‘εὐδαιμονία’ é um termo que literalmente significa ‘o estado de ser habitado por um bom daemon, um bom gênio’, e, em geral, é traduzido como felicidade ou bem-estar. Contudo, outras traduções têm sido propostas para melhor expressar o que seria um estado de plenitude do ser. Se refere à saúde, felicidade e prosperidade humana, especialmente como um esforço em direção arête (virtude ou excelência) e sabedoria ética. Continuar lendo “Eudaimonia: Estados e Dimensões do Self”

Anúncios

Símbolos: O Círculo – “O Homem e Seus Símbolos” (1964)

 

Vamos falar sobre um dos símbolos mais antigos e sempre presentes, o círculo.

A Dra. Marie Louise Von Fraz explicou o círculo (ou esfera) como um símbolo do self: ele expressa a totalidade da psique em todos os seus aspectos, incluindo o relacionamento entre os homens e a natureza. Não importa se o símbolo do círculo está presente na adoração primitiva do sol ou na religião moderna, em mitos ou em sonhos, nas mandalas desenhadas pelos monges do Tibete, nos planejamentos das cidades ou nos conceitos de esfera dos primeiros astrônomos, ele indica sempre o mais importante aspecto da vida – sua extrema e integral totalização.  Continuar lendo “Símbolos: O Círculo – “O Homem e Seus Símbolos” (1964)”

O poder espiritual dos cabelos longos – Cultura Ameríndia

Nas culturas Nativo Índio Americanas, homens e mulheres são reconhecidos pelo comprimento e glória de seus cabelos. O corte dos cabelos por opressores há muito tempo representa a submissão e derrota do Povo através da humilhação. Para os ameríndios, a forma como se penteia o cabelo significa o Alinhamento do pensamento, o trançado representa a Unidade de pensamento, o laço é a Garantia de pensar e cor, a Convicção do pensamento.  Continuar lendo “O poder espiritual dos cabelos longos – Cultura Ameríndia”

Rebatendo

 

O consciente…. O subconsciente… O inconsciente…

Se misturam em uma dança mental sem fim, girando e girando… Até que aquilo emerge pra totalidade da sua consciência, até que se torna pensamento, energia… que já pode torná-lo materialização. É apenas um passo para que a imaginação torne forma de realidade?

Controlar a máquina, segurar as rédeas.. essas sim são tarefas árduas que trazem imensa gratificação, mas até que ponto o pensamento negativo, a formação dele são realmente ruins? Todos tem o seu próprio lado obscuro na mente, e de que adianta se negar a conhecê-lo? O auto conhecimento exige uma amplitude mental, da compreensão de que nem tudo que está em nossas mentes estará em nossas mãos.

Continuar lendo “Rebatendo”