Buda, O Espírito Universal – “A Religião do Samurai” (1913) de Kaiten Nukariya

O livro “A Religião do Samurai” – Um Estudo da Filosofia e Disciplina Zen na China e no Japão de 1913 por Kaiten Nukariya, foca-se no Budismo do Norte (Mahayana) e no Zen-budismo em particular. Este pequeno livro contém uma riqueza de detalhes, bem como explicações muito lúcidas de conceitos Zen budistas aparentemente indescritíveis. Nesse post, traduzimos o capítulo IV, “Buda, O Espírito Universal”. Continuar lendo “Buda, O Espírito Universal – “A Religião do Samurai” (1913) de Kaiten Nukariya”

Anúncios

7 Cristais para o Desenvolvimento Espiritual

Nossa natureza espiritual é tão importante quanto a psicológica. Não importa se acredita ou não na vida após a morte, se está lendo esse texto é provável que se tenha pelo menos algum tipo de crença sobre a sua natureza espiritual, sua alma e o propósito da sua existência. Continuar lendo “7 Cristais para o Desenvolvimento Espiritual”

Cura & Libertação com as Terapias Alternativas

 

Vamos vivendo nossas vidas, caminhando e nos deparando com diferentes situações que nos ensinam mais sobre a vida, o estar e o ser. Mas as vezes, algumas dessas situações vem a nos machucar, ferem nosso coração e geram ali uma ferida que custa a cicatrizar… Mas a vida continua e seguimos vivendo, oprimindo a ferida cada vez mais para dentro de nós, evitando olhá-la diretamente e só de pensar em tudo que aconteceu, dói novamente, como se nenhum dia tivesse passado desde aquele trauma. Continuar lendo “Cura & Libertação com as Terapias Alternativas”

A Sabedoria e Intuição do Corpo

Como aprendemos a confiar em nós mesmos? Como aprendemos a nos conectar com nossa intuição e conhecimento interno? Como nos conectamos com nosso propósito único? A chave está em reconhecer as matrizes energéticas e celulares do corpo. Atualmente, o homem se encontra desconectado com a natureza e Seus ciclos, a conexão que existe há milhões de anos. Continuar lendo “A Sabedoria e Intuição do Corpo”

Símbolos: O Círculo – “O Homem e Seus Símbolos” (1964)

 

Vamos falar sobre um dos símbolos mais antigos e sempre presentes, o círculo.

A Dra. Marie Louise Von Fraz explicou o círculo (ou esfera) como um símbolo do self: ele expressa a totalidade da psique em todos os seus aspectos, incluindo o relacionamento entre os homens e a natureza. Não importa se o símbolo do círculo está presente na adoração primitiva do sol ou na religião moderna, em mitos ou em sonhos, nas mandalas desenhadas pelos monges do Tibete, nos planejamentos das cidades ou nos conceitos de esfera dos primeiros astrônomos, ele indica sempre o mais importante aspecto da vida – sua extrema e integral totalização.  Continuar lendo “Símbolos: O Círculo – “O Homem e Seus Símbolos” (1964)”