Um Experimento de Percepção – Compreensão básica do Todo

Inspirado por outros experimentos de percepção de Alan Watts, Ken Wilber, Otto Scharmer e Douglas Harding 

Compartilho com você uma visão para ampliar nossa experiência além de eu e outro, tempo e espaço, dentro e fora. Para funcionar, é preciso que dedique 10 minutos e conduza sua percepção tomando os 22 itens abaixo como guia.

Continuar lendo “Um Experimento de Percepção – Compreensão básica do Todo”

Anúncios

Cientistas observam como uma única partícula existe em múltiplos estados – Como é possível?

 

”Matéria”: é do que átomos e moléculas são feitos no nível material-físico, é o que forma todos os objetos físicos, é tudo que nos permeia e qualquer coisa que contenha massa e volume. Quando os cientistas tentam obter uma melhor compreensão da natureza da nossa realidade, é para a matéria que eles olham. Entretanto, quando se observa a matéria no menor nível possível, eles são deixados com mais perguntas do que respostas. Continuar lendo “Cientistas observam como uma única partícula existe em múltiplos estados – Como é possível?”

Evidência do Campo de Força – Vida emerge de matéria inanimada

Há pouco tempo atrás foi descoberto que a poeira-espacial contida no espaço é rica em material orgânico e DNA, e ela está em todos os lugares. As bactérias existem em abundância no espaço, o que faz alusão ao seu campo de origem misterioso, que leva materiais inanimados a um espiral à vida orgânica.

Esta é uma teoria que tem sido falada já faz algum tempo, e era desacreditada até que o Dr. James Strick publicou sua experiência em seu livro: Faíscas da Vida. Em inglês, “Sparks Of Life”. Através de experiências, ele conseguiu demonstrar a geração espontânea de vida a partir de matéria inanimada. Em seu livro, ele discute os inúmeros experimentos em que material inanimado se manifesta espontaneamente dentro de um recipiente hermeticamente fechado, contendo nada além de água purificada e areia da praia.

Continuar lendo “Evidência do Campo de Força – Vida emerge de matéria inanimada”