Compreendendo os Chackras e os 7 Veículos Dimensionais de Expressão

Através do tempo e dos macetes e ilusões da Matrix (também conhecida como Consciência Oposta), a humanidade foi se esquecendo da conexão com a Fonte, e isso tirou muito da força de nossa divindade, o que deu ainda mais poder e controle para a Matrix. Continuar lendo “Compreendendo os Chackras e os 7 Veículos Dimensionais de Expressão”

Abraçando sua mente negativa ao honrar sua verdade

“A verdade é que não há nada errado com o mundo. Em um esquema maior das coisas, a negatividade é tão útil quanto a positividade.” ~ Talidari, Magic Tree Continuar lendo “Abraçando sua mente negativa ao honrar sua verdade”

A Arte de Perder o Controle: O Poder da Experiência Extática

“Só sei que nada sei” ~  Sócrates

Algumas pessoas podem pensar que perder o controle em uma experiência extática é o oposto de ser racional. Mas se considerarmos o fato de que nem sequer sabemos o que é a consciência, ou por que sonhamos, ou o que acontece depois de morrermos, ou até mesmo o que significa ser racional, podemos nos sentir tão humilhados por “não saber” , mas assumir que não se sabe é o que nos liberta.  Continuar lendo “A Arte de Perder o Controle: O Poder da Experiência Extática”

Eudaimonia: Estados e Dimensões do Self

 

“O ultimato do fim dos atos humanos é Eudaimonia, felicidade em viver bem, da qual todos os homens desejam; todos os atos são apenas diferentes meios escolhidos para chegar à ele” ~ Hannah Arendt

Eudaimonia do grego antigo ‘εὐδαιμονία’ é um termo que literalmente significa ‘o estado de ser habitado por um bom daemon, um bom gênio’, e, em geral, é traduzido como felicidade ou bem-estar. Contudo, outras traduções têm sido propostas para melhor expressar o que seria um estado de plenitude do ser. Se refere à saúde, felicidade e prosperidade humana, especialmente como um esforço em direção arête (virtude ou excelência) e sabedoria ética. Continuar lendo “Eudaimonia: Estados e Dimensões do Self”

8 Arquétipos da Consciência Humana

As inúmeras faces da psique humana se torna um playground fascinante quando se encontra com os conceitos arquétipos Jungianos. Usados em contos e mitos psicológicos e expressos na arte, o incontável número de arquetípicos provém os caminhos potenciais do indivíduo. Carl Jung salienta que cada indivíduo se identifica e trabalha com 12 arquétipos principais no decorrer de sua experiência de vida, e esse conhecimento serve para se compreender melhor, sua disposição perante o mundo, como o enxerga e finalmente, sua sombra (ego). Continuar lendo “8 Arquétipos da Consciência Humana”