Buda, O Espírito Universal – “A Religião do Samurai” (1913) de Kaiten Nukariya

O livro “A Religião do Samurai” – Um Estudo da Filosofia e Disciplina Zen na China e no Japão de 1913 por Kaiten Nukariya, foca-se no Budismo do Norte (Mahayana) e no Zen-budismo em particular. Este pequeno livro contém uma riqueza de detalhes, bem como explicações muito lúcidas de conceitos Zen budistas aparentemente indescritíveis. Nesse post, traduzimos o capítulo IV, “Buda, O Espírito Universal”. Continuar lendo “Buda, O Espírito Universal – “A Religião do Samurai” (1913) de Kaiten Nukariya”

Anúncios

Um Experimento de Percepção – Compreensão básica do Todo

Inspirado por outros experimentos de percepção de Alan Watts, Ken Wilber, Otto Scharmer e Douglas Harding 

Compartilho com você uma visão para ampliar nossa experiência além de eu e outro, tempo e espaço, dentro e fora. Para funcionar, é preciso que dedique 10 minutos e conduza sua percepção tomando os 22 itens abaixo como guia.

Continuar lendo “Um Experimento de Percepção – Compreensão básica do Todo”

Pense como um ser de ação e aja como um ser pensante

 

vitruvian-chakra-e1438964176593

“Uma era revolucionária é uma era de ação. A era de grandes e boas ações é passado, hoje vivemos a era da antecipação, onde até mesmo o reconhecimento é recebido com antecedência.” ~ Kierkegaard

Podemos transformar essa “era de antecipação” em uma era de libertação e revolução? Podemos sair deste estado inerte, armadilhoso pra mente e alcançar um estado pró ativo de mente aberta e insights?  As probabilidades não estão a nosso favor. Mas mesmo assim, os seres humanos nunca parecem favorecer/ser benevolente a si mesmos.Então poderíamos tentar algo novo. Continuar lendo “Pense como um ser de ação e aja como um ser pensante”

Mestre ou Desastre: A Arte de Viver entre a Mente e Não-Mente

 

“Um caminho espiritual genuíno não evita dificuldades ou erros, mas nos leva a arte de fazer erros despertos, trazendo-os para o poder transformador do nosso coração.” -Jack Kornfield

Seu ego é um instrumento, uma ferramenta, o mecanismo de alavancagem primitivo do self. Alguns até dizem que é o self. Ele está lá para equilibrar (mestre) ou dissociar (desastre) a nossa energia única, com a energia primordial do cosmos. É para sempre o meio de conexão e desconexão, de apego e desapego, dividida entre finitude e infinito. Quando o ego está sendo usado para dissociar, sua energia é co-dependente e é dividida entre o lamacento passado e o estar ansioso sobre o futuro.

Continuar lendo “Mestre ou Desastre: A Arte de Viver entre a Mente e Não-Mente”