Energia Livre

Vamos falar de energia! É o que nos move, o que nos reveste, o que nos circunda... e por isso mesmo, eles não querem que sabemos como ela realmente funciona e como ela também é você, e você também é energia.

Neste post falaremos sobre alguns dos diversos meios de obter energia e seus descobridores ou, “inventores”. Por que na verdade, a energia está ai… ela não foi inventada, e sim descoberto o meio de canaliza-la e distribui-la. Há diversas formas de acessarmos essa energia que nos circunda e usá-la livremente, de forma gratuita.

Continuar lendo “Energia Livre”

Evidência do Campo de Força – Vida emerge de matéria inanimada

Há pouco tempo atrás foi descoberto que a poeira-espacial contida no espaço é rica em material orgânico e DNA, e ela está em todos os lugares. As bactérias existem em abundância no espaço, o que faz alusão ao seu campo de origem misterioso, que leva materiais inanimados a um espiral à vida orgânica.

Esta é uma teoria que tem sido falada já faz algum tempo, e era desacreditada até que o Dr. James Strick publicou sua experiência em seu livro: Faíscas da Vida. Em inglês, “Sparks Of Life”. Através de experiências, ele conseguiu demonstrar a geração espontânea de vida a partir de matéria inanimada. Em seu livro, ele discute os inúmeros experimentos em que material inanimado se manifesta espontaneamente dentro de um recipiente hermeticamente fechado, contendo nada além de água purificada e areia da praia.

Continuar lendo “Evidência do Campo de Força – Vida emerge de matéria inanimada”

O Jardim do Eden ou o Paraíso Achado & Perdido (The Garden of Eden or The Paradise Lost & Found) por Victoria Claflin Woodhull 1890

Victoria Claflin Woodhull foi uma mulher do Séc.19, feminista, espiritualista e dedicada ao amor livre. Ela foi a primeira mulher a concorrer a presidência em 1872, a primeira mulher tradutora e revisora de livros e publicou a primeira edição americana do “Manifesto Comunista”.

Sua visão de que as mulheres deveriam ser livres para se casar e ter amantes com base na consciência, não na compulsão, a colocou em desacordo com outras feministas. . Ela foi condenada por enviar obscenidades através de artigos quando seu jornal publicou um escândalo sexual envolvendo dois pregadores proeminentes. Em seus últimos anos Woodhull mudou para a Inglaterra, casou-se com um banqueiro respeitável, após isso, dedicou bom tempo e grande esforço tentando voltar atrás sobre seu passado radical.

Continuar lendo “O Jardim do Eden ou o Paraíso Achado & Perdido (The Garden of Eden or The Paradise Lost & Found) por Victoria Claflin Woodhull 1890”