Os Totens Animais dos 13 Tons Galácticos

Olá, seja bem vindo a mais um artigo aqui do Grande Jardim. Neste post, falaremos sobre os Totens Animais que estão associados aos 13 Tons Galácticos do Calendário da Paz de 13 Luas e 28 Dias (Tzolkin). Caso você não esteja familiarizado com esse calendário, recomendo a leitura desse outro artigo aqui do site: O que é o Tempo? A Teoria da Relatividade e o Calendário 13 Luas. Mas, de forma resumida e introdutória o Calendário de 13 Luas é um instrumento sincrônico e harmonioso que foi criado para substituir o Calendário Gregoriano de 12 meses (utilizado pela maior parte da nossa sociedade).

Continuar lendo “Os Totens Animais dos 13 Tons Galácticos”

Acolhendo o poder espiritual da menstruação

Todo mês chega o momento em que são enviados choques convulsivos de dor para as mulheres em todo o mundo, tanto física quanto emocionalmente. É difícil imaginar um tempo em que a menstruação não fosse um tabu. No entanto, nossos ancestrais viam isso como um processo natural poderoso. Continuar lendo “Acolhendo o poder espiritual da menstruação”

A Não Violência – Do Ahinsa até a Desobediência Civil

Ahinsa é um termo Sânscrito (अहिंसा, ahimsâ, “não injúria”) que defende a não-violência. É usado no hinduísmo, jainismo e budismo, e sua primeira aparição data das escrituras hindus do ano 800 aC. C. Ahimsâ pode significar não-violência ativa e passiva, isto é, ahimsâ não é prejudicial em pensamento, palavra ou ação. Continuar lendo “A Não Violência – Do Ahinsa até a Desobediência Civil”

Deixe sua mulher instintiva correr livre…

 

Hoje o papo é com as mulheres, seres divinos, A terra que germina a semente! Mas os homens também podem se juntar a nós!

“As portas para o mundo do Ser selvagem são poucas, porém preciosas. Se você tem uma cicatriz profunda, aí está a porta, se você tem uma velha história, aí está a porta. Se você ama os céus e as águas como ama a si mesmo, aí está a porta. Se você anseia por uma vida profunda, uma vida plena, uma vida sã, aí está a porta. “ ~ Clarissa Pinkola Estés, escritora do livro “Mulheres que correm com os lobos: Mitos e Histórias do Arquétipo da Mulher Selvagem”; em inglês: “Women Who Run With the Wolves: Myths and Stories of the Wild Woman Archetype” Continuar lendo “Deixe sua mulher instintiva correr livre…”

Por que a Lua é chamada de Mulher?

 

Nos tempos antigos, o mundo não vivia essa hierarquia patriarcal que vemos hoje em nossa atual forma de vida. Antropologistas e arqueólogos tem concluído que isso é verdade! As mulheres foram os primeiros Xamãs ou Curandeiros dentro da tribo. A mulher foi a primeira a compreender o movimento da terra e o ciclo da vida por estarem intimamente conectadas com esses ciclos, que também ocorrem dentro de seus corpos. As mulheres das tribos entravam em sincronia através de seus ciclos e então todas sangravam juntas. Este é um momento íntimo para se reunir na “Tenda Vermelha” e transmitir sabedoria.

Então venha, seja bem vindo! Eu te saludo, junte-se a mim na Tenda Vermelha!

Continuar lendo “Por que a Lua é chamada de Mulher?”