10 Quotes do “Livro Tibetano dos Mortos” para Iluminar o Caminho

15fc6d33ef9c46afc2b0306676cafede
Um dos mais profundos e antigos ensinamentos registrados no nosso mundo é o “Livro Tibetano dos Mortos” (The Tibetan Book of the Dead”). A elucidação de que “a cada dia nascemos e a cada noite morremos novamente”, nos traz a sensibilidade que facilita deixar o passado ir e se iniciar o processo de evolução. Este livro não é o único que traz consigo os conhecimentos pós a vida que conhecemos e experienciamos aqui, o Livro dos Mortos dos Egípicios também elucida bem esta jornada. Mas o que faz o Livro Tibetano tão especial é seu foco na Arte de Morrer e ao fazê-lo, ensina-nos a viver em repleta contemplação.

Para este artigo, destacaremos 10 Quotes que nos auxiliam e trazem luz às nossas jornadas individuais e coletivas. 

Apenas inseri os quotes para que as interpretações pessoais de cada um flua livremente, não inserindo a minha própria, por tanto, está semeada a semente, deixe a germinar e florescer em reflexões e contemplações!

“Quando finalmente nos libertamos do corpo que definiu e dominou nossa compreensão de nós mesmos por tanto tempo, a visão cármica de uma vida está completamente exausta, mas qualquer karma que possa ser criado no futuro ainda não começou a se cristalizar. Então, o que acontece na morte é que há uma “brecha” ou espaço que é fértil com grandes possibilidades; É um momento de poder tremendo, gestador, onde a única coisa que importa, ou poderia importar, é como exatamente nossa mente é. Despojado de um corpo físico, a mente está nua, revelada surpreendentemente pelo que sempre foi: o arquiteto de nossa realidade “.

“Planejar para o futuro é como ir pescar em um rio seco; Nada nunca funciona como você quer, então desista de todos os seus esquemas e ambições. Se você tem que pensar em algo, faça dela a incerteza da hora da sua morte. “

“O que é nascido, morrerá, o que foi recolhido será dispersado, o que foi acumulado será gasto, o que foi construído se desmoronará e o que foi elevado será reduzido “

“Este mundo pode parecer maravilhosamente convincente até que a morte colapsa a ilusão e nos expulsa de nosso esconderijo.”

“Basta olhar para a sua mente por alguns minutos. Você vai ver que é como uma pulga, constantemente pulando para lá e para cá. Você verá que os pensamentos surgem sem qualquer razão, sem qualquer conexão. Varridos pelo caos de cada momento, somos vítimas da inconstância da nossa mente. “

 

34fe7455619d10180754dc7c83235f36

 

“Nada poderia estar mais longe da verdade. Mas em um mundo dedicado à distração, o silêncio e a quietude nos aterrorizam; Nós nos protegemos deles com ruído e ocupação frenética. Olhar para a natureza da nossa mente é a última coisa que nos atreveríamos a fazer. Às vezes penso que não queremos “

“Sempre reconheça as qualidades de sonho da vida e reduza o apego e aversão. Pratique boa-vontade para com todos os seres. Seja amoroso e compassivo, não importa o que os outros façam para você. O que eles vão fazer não vai importar tanto quando você vê-lo como um sonho. O truque é ter intenção positiva durante o sonho. Este é o ponto essencial. Esta é a verdadeira espiritualidade. “

“Há tantas maneiras de tornar a abordagem da meditação tão alegre quanto possível. Você pode encontrar a música que mais te exalta e usá-lo para abrir seu coração e mente. Você pode coletar peças de poesia, ou citações de linhas de ensinamentos que ao longo dos anos têm movido você, e mantê-los sempre à mão para elevar o seu espírito.”

“A verdade espiritual não é algo elaborado e esotérico, é de fato um profundo senso comum. Quando você percebe a natureza da mente, as camadas de confusão descascam. Você realmente não se torna um Buddha, simplesmente cessa, lentamente, para ser iludido. E ser um Buda não é ser um super-homem espiritual onipotente, mas tornar-se finalmente um verdadeiro ser humano .”

“Um ser humano é parte de um todo, chamado por nós o “Universo”, uma parte limitada no tempo e no espaço. Experimenta a si mesmo, seus pensamentos e sentimentos, como algo separado do resto – uma espécie de ilusão óptica de sua consciência. Essa ilusão é uma espécie de prisão para nós, restringindo-nos aos nossos desejos pessoais e ao afeto por algumas pessoas mais próximas de nós. Nossa tarefa deve ser libertar-nos desta prisão, ampliando nossos círculos de compaixão para abraçar todas as criaturas vivas e toda a natureza”

Baixe o PDF do livro completo ~ AQUI

Leia também: Os Seis Reinos do Samsara – Budismo Tibetano

Documentário do History – Dublado

Ahoo!! Espero que traga muita luz a vossos corações ❤

Fonte: O Livro Tibetano dos Mortos

Artigo: YanRam

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s