Seu estilo de vida já foi designado – vivendo no séc 21

no-thoughtt
“Esse é o seu Deus”

O capitalismo está em vigor há 200 anos e até então mantém o povo sob forte hipnose, vendendo uma ilusão de que você indivíduo não é capaz de ser autonomo e viver com suas próprias mãos e pés, para sua auto sobrevivência. Aqui no Ocidente, o estilo de vida de gastos desnecessários tem sido deliberadamente cultivado e se tornou um grande negócio ($$$). Companhias de todos os tipos de ramos industriais tem um grande peso na influência da relação da população ao dinheiro. Eles nos encorajam a continuarmos comprando (sem parar e sem pensar) bens não necessários para gastarmos tudo o que temos, e até o que não temos.

Tem até o cartão de dívida, aquele que você parcela aquele lindo produto em quantas vezes você achar necessário, mas aí, você nem vê e acaba pagando por até mesmo 3 daquele mesmo produto. No documentário “The Corporation – A Corporação”, psicanalistas de marketing discutem os métodos empregados para aumentar vendas. Eles mostram estudos e pesquisas feitas com crianças, mostrando a forma em que elas se tornam uma arma poderosa contra os pais, fazendo-os comprarem tudo o que elas desejam. (Assista: Criança, a alma do negócio). Porém, não são apenas nossas crianças que sofrem as ilusões do sistema, mas nós também somos expostos a todo tipo de publicidade que busca nos convencer do que eles querem vender. Seja uma emoção, afinidade, status etc. Esse estilo de abordagem marketeira sozinha representa milhões e milhões de dólares que são gerados de uma demanda completamente manufaturada.

“Você pode manipular consumidores a quererem e depois a comprarem seus produtos. É um jogo” –  Lucy Hughes, co-criador do“The Nag Factor”

Isso é apenas um pequeno exemplo de algo que está acontecendo há um longo tempo. Grandes companhias não fazem seus milhões apenas promovendo as virtudes de seus produtos, mas sim criando uma cultura de centenas de milhões de pessoas que compram muito mais do que eles precisam e tentar afugentar sua insatisfação da vida diária (que eles criaram para nós) com o dinheiro.

Nós compramos coisas para presentear a nós mesmos, para nos sentirmos dentro da onda, para preencher uma visão deturpada da nossa vida adulta, para mostrar nosso status co ao mundo e por muitas outras razões psicológicas que tem muito pouco haver com o produto em si. Quantas coisas há em seus armários e garagens que você não usa há mais de um ano?

A verdadeira razão das 44 horas semanais 

the-reall-reaosnn

Uma das ferramentas que sustentam essa cultura de merda é fazer com que jornada de trabalho de 44 horas semanais seja algo normal, um estilo de vida. Sob essas condições, nós temos que construir uma vida que se encaixe nos finais de semana, o que nos leva a a gastar mais em entretenimento e conveniências pois nosso tempo livre é tão curto, que vemos como o único escape da rotina. E por mais que busquemos fazer outras coisas que não custem dinheiro, como por exemplo, se exercitar, ler um bom livro deitado na grama, meditar, escrever, tocar um instrumento… enfim fazer qualquer coisa que você deseje… isso infelizmente tem um custo. Essas atividades exigem TEMPO. E nós não temos tempo livre, temos aqueles pequenos intervalos entre um compromisso e outro.

De repente você se vê com mais dinheiro do que tempo e o trabalho se torna você, dependendo da área de atuação você se vê sem hora para trabalhar, resolvendo problemas e gerando soluções para chefes. Sendo lentamente sugado…

Esse sistema de oito horas por dia de trabalho foi desenvolvido na Revolução Industrial no Séc. 19, a favor dos trabalhadores das fábricas que eram obrigados a fazer uma jornada de 14 a 16 horas por DIA! A tecnologia e os métodos avançaram, trabalhadores de todas as industrias se tornaram capaz de produzir muito mais em pouco tempo. Você pode pensar que isso nos levaria a jornadas diárias menores, certo? Mas a jornada de 8 horas é muito rentável para as grandes empresas, não pelo fato da quantidade de trabalho que deve ser feita, mas sim porque nos mantém em um modo operante. Além de que pesquisas apontam que dessas 8 horas diárias, apenas 3 horas são realmente produtivas. Mas  mantendo o tempo livre escasso significa que as pessoas pagam muito mais por conveniência, gratificação, e quaisquer outras medidas que possam comprar para suprir suas necessidades. Te mantém assistindo TV e os comerciais, o que é ótimo pois assim você continua a hipnose e querendo comprar mais, querendo se igualar ao que é vendido pra você como realidade. 

Nós fomos guiados a uma cultura que foi projetada para nos deixar cansados, nervosos, ansiosos e o mais importante, dispostos a pagar muito por lazer e insatisfeitos com nossas vidas, para que possamos continuar querendo mais. Nós compramos tanto porque sempre parece ter algo faltando.

A economia do Ocidente, principalmente a dos Estados Unidos montou essa tragédia grega com muito cuidado, conseguiram mudar nossa concepção perante felicidade, amor, dor, tristeza, celebração… e encaixotaram todas elas em produtos com preços.

Você consegue imaginar o que aconteceria se todos os cidadãos parassem de comprar tantas coisas desnecessárias? A economia entraria em colapso e jamais se recuperaria.

Vivemos em um sistema em que o dinheiro governa o homem e não ao contrário! Chegamos a um ponto que o único foco é esse, dinheiro dinheiro e mais dinheiro… Até que chegue o momento em que os homens percebam que dinheiro não se bebe e não se come, que ele é só um pedaço de papel extraído das árvores que poderiam gerar frutos…

O LOOPING

Mas há muitas formas de manter essa hipnose, coisas que eles criam e você pensa que é de graça, como as redes sociais. Isso sim foi um passo a frente! Até mesmo a CIA agradeceu Mark pelo desenvolvimento do site, que nada mais é, que um banco de dados mundial, em que os usuários por livre e espontânea vontade falam sobre suas vidas, preferências, expondo absolutamente tudo sem ninguém ter que perguntar nada rs. Isso que é o mais engraçado, mas enfim… A internet hoje é uma ferramenta de valor imensurável para os pensadores atrás das mesas que decidem qual será a próxima onda que você vai se engajar, chega soar meio maléfico mas aí que tá, é mesmo! A venda de dados do Facebook começa a partir do momento que um investidor compra um papel da empresa na Bolsa de Valores, ou seja, compra uma porcentagem da empresa, se uma delas for de Marketing, já viu né? Qualquer empresa que necessite de dados demográficos, perfil de consumidor, atividades, etc é só chegar nessa empresa e negociar. Fácil né? E você ai achando que seus dados eram privados. Pelo contrário, se faz muito dinheiro a partir deles.

E graças a toda essa junção de fatores, nos leva de volta ao estudo comportamental que faz com que sigamos na hipnose. Eles sabem exatamente como mexer com você, o que te motiva, o que te impulsiona… coisas que talvez nem você mesmo saiba sobre si mesmo, eles sabem e usam contra você. Por isso vejo que a única forma de mudarmos algo, sairmos desse loop de 200 anos que já deu o que tinha que dar, é fazendo o mesmo que o shitstema faz conosco. Usá-lo contra ele mesmo! E eu acredito que isso seja possível se nos unirmos! PARAR DE NOS DEIXAR DIVIDIR. 

Temos muito mais em comum do que imaginamos, enquanto eles colocam rótulos em nós, fazendo com que cada individuo ache sua trupe e siga o roteiro, faz com que fiquemos cegos e não percebemos que somos todos iguais, trabalhando, sofrendo, querendo mudança para toda essa forma de vida que nos foi imposta!!!! A vida não é isso que eles vendem na novela, na vitrine. A vida pode ser o que você quiser, o que NÓS quisermos que ela seja. Nós não somos gado, não somos robôs, somos homens! E temos o poder de transformar nossa jornada em algo extraordinário… 

Hoje infelizmente somos escravos modernos, que não passam de um intermediário para o dinheiro voltar aos seus bolsos já gordos. Eles formularam a coisa de tal jeito que não parece haver uma saída, mas há sim e várias delas! Comece enxergando as grades e as correntes, passe a observar o que te cerca e como as pessoas estão infelizes levando essa vida (por mais que elas tentem parecer que não, vid self feliz no sabadão) e perceba você no outro, e o outro em você. Somos todos iguais vivendo em um mesmo lugar, vamos nos unir para florescer, só assim seremos fortes. Deixemos os pequenos problemas para serem solucionados depois, o foco tem que ser no Projeto Maior, a mudança radical! Depois solucionamos o que for necessário, mas um passo de cada vez… Não adianta ficarmos brigando uns com os outros por problemas pequenos, se assim continuar, não há passo algum. E perceba, que é exatamente isso que eles querem… enquanto nos manterem divididos, eles reinarão. 

Pense nisso e se comunique, troque ideias! Fale sobre sua insatisfação, você vai se espantar como o outro também sente o mesmo.

O blog mesmo surgiu com esse intuito, expandir ideias… deixar disponível novas ideias a quem possa se interessar e por que não, fazer com que você se interesse. Tocar o outro. Essa é a nossa proposta, somente unidos somos fortes. 

Obrigada

Nayara Marques

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Anúncios

10 opiniões sobre “Seu estilo de vida já foi designado – vivendo no séc 21”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s